Arquivo de setembro, 2007

“Aqui tem paraíba, mulher macho, sim senhor!”

Em Votuporanga, uma mulher, depois de ser agredida pelo marido, jogada no chão ficando presa sob o corpo dele, ela que estava com uma faca de cozinha na mão, desferiu um belo golpe em…..rs…..seu testículo(vulgo bago, saco, balangandãs, berloques….).

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. Vai tonto dar uma macho! Imagino agora as gozações que irá sofrer. Ele se recusou a ser atendido no pronto-socorro. Não quis mostrar “a coisa” pra ninguém.

Bom pra aprender e pensar BEM antes de ficar “macho” de novo. Violência não leva ninguém a lugar nenhum, mas, infelizmente, há pessoas que só sabem se comunicar nesse “linguajar”. Então, “quem com ferro fere, com ferro será ferido”.

Quanto à mulher, ela pode ficar tranquila, se tiver um processo e ela for condenada, organizarei uma passeata em sua defesa pelas ruas da cidade. Rs.  Desde já, sou testemunha de que ela estava na TPM. Rs. ]

Eu só espero que depois disso ele não “game”, pois homem muito macho adora levar uns cascudos. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

”MACHO QUE É MACHO, NÃO ENGOLE SAPO, COME A PERERECA”.

Dia da Árvore? Que árvore?

Eu adoro um exagero, mas do jeito que vamos indo logo o título acima vai ser uma pergunta bem real. Hoje é Dia da Árvore e aqui em Votuporanga tá programado uma série de atividades pra marcar a data.  Seria motivo de riso, se o caso não fosse trágico.

“Então vamos plantar um monte de mudas de árvores… então vamos começar um censo árboreo para saber quantas árvores temos e quantas precisamos plantar…blá, blá, blá…mas não se preocupem, vocês só precisam ‘disfarçar’ e plantar, que depois deixamos vocês arrancarem ou podarem agressivamente todas, porque SÓ PRECISA PARECER QUE ESTAMOS PREOCUPADOS COM O MEIO-AMBIENTE”.

Aqui é assim, as APARÊNCIAS É QUE CONTAM. O resto, deixa pra lá. É isso aí gente, a Prefeitura faz de conta que se preocupa com o meio-ambiente, a maioria faz de conta que acredita (eu não acredito) e as árvores vão sendo arrancadas todos os dias e “assim caminha a humanidade”. Mas a maoria também não gosta das árvores, pois faz muita sujeira (as folhas) na frente de sua casa, tá?

P.S.: Meu amigo jornalista PHZ ficou de fazer uma boa reportagem sobre a matança e poda agressiva de árvores em Votuporanga, mas na hora H não teve c… pra isso. Que pena! Deixo aqui registrada minha decepção que, para ele, não deve contar muito.

“Saber o que é certo e não o fazer é a pior covardia.” (Confúcio) – essa é pra você meu caro amigo PHZ.